Postado em 3/4/2013, por Dr. Leonardo Higashi
Ortomolecular - Emagrecimento - Hormônios Bioidênticos
Emagrecimento saudável, é possível?

Emagrecimento saudável, é possível?

Existem vários fatores que levam uma pessoa a engordar: alterações genéticas complexas,  falta de exercício, alimentação inadequada, alterações hormonais e intestinais, stress e medicamentos, entre outros fatores. Ou seja, a obesidade é uma doença que,  na grande maioria dos casos, não tem uma causa só, mas vários fatores que em conjunto levam ao ganho de peso.

Mas por que estas alterações genéticas levam ao ganho de peso? Porque o cérebro possui um centro que controla o apetite e a saciedade, o qual também é responsável pelo gasto energético. Porém,  várias alterações genéticas combinadas levam ao desequilíbrio deste centro. Com isso, a pessoa passa a ter mais fome gastando menos energia.

Então, quer dizer que estas pessoas com esses sintomas serão sempre gordas? A resposta é não, pois existem medicamentos, nutrientes e hormônios que ajudam a regular este centro do apetite, aumentando o gasto de energia.

Mas qual a real importância dos hormônios para o emagrecimento? São de grande importância. Infelizmente, por desinformação,  muitas mulheres têm medo dos hormônios, achando que eles engordam. Na verdade, existem vários tipos de hormônios com funções diferentes. Existem hormônios que ajudam a engordar e outros que ajudam a emagrecer, por isso, o balanço hormonal é muito importante para o equilíbrio do organismo. Se necessário, mediante orientação médica, use hormônios.

Alteração intestinal engorda?  Sim, conforme as últimas pesquisas, a pessoa gorda tem a flora intestinal alterada, o que provoca maior extração de calorias dos alimentos. Na prática, ela come a mesma quantidade, porém, absorve um número maior de calorias.Mas por que algumas pessoas fazem exercício, se alimentam pouco e mesmo assim não emagrecem? Um dos motivos, é a falta de orientação, tanto na prática dos exercícios como também devido a combinação errada dos alimentos. Sabia que existe uma coisa chamada freqüência cardíaca alvo do exercício, que é o mínimo que o coração deve bater na hora da atividade física, para começar a gastar calorias. Não adianta fazer 2 horas de caminhada diárias se você não atingir esta freqüência mínima, melhor você fazer 3 vezes na semana,  de 40 a 60 minutos, atingindo esta freqüência alvo, com certeza, o resultado será muito melhor.

E as dietas milagrosas da sopa, da lua, do atum, de 800 kcal? Não faça isso, melhor você medir seu metabolismo (calorimetria indireta) para seguir um plano alimentar de acordo com as necessidades, sabendo combinar os alimentos, para ter uma dieta com baixo índice glicêmico, evitando picos de insulina que é um hormônio extremamente anabólico que leva a pessoa a ganhar peso. A combinação perfeita para isso é você comer em todas as refeições com a proporção de 40 % de carboidratos, 30 % de proteínas e 30 % de gorduras. Mas gorduras? Sim, as  gorduras evitam o pico de insulina, porém, deve-se ingerir gorduras boas, como as do peixe, azeite de oliva, castanhas e nozes. Mas como vou calcular 40 % disso, 30 % daquilo, não se desespere existe maneiras simples e práticas de fazer isto.

 Então qual o segredo de um emagrecimento saudável? A dica é o controle do stress, pois ele aumenta um hormônio chamado cortisol que em níveis altos engordam; durma bem; pratique exercícios, porém, faça uma avaliação para calcular a freqüência alvo para não fazer em vão; meça o seu metabolismo (calorimetria indireta) e combine os alimentos corretamente e de preferência  alimento com baixo índice glicêmico; faça uma boa avaliação hormonal e reponha hormônios se for necessário, pois tanto o excesso como a falta de hormônios engordam; equilibre a sua flora intestinal, pois o intestino saudável é igual a saúde; suplemente a parte nutricional evitando a fadiga, queda de cabelos, unhas fracas, e desanimo; acompanhe sua perda de peso com porcentual de gordura, pois emagrecer perdendo músculo é um emagrecimento irreal, não tenha medo de nutrientes e medicamentos pois, se usados com acompanhamento médico, da maneira correta, na dose certa, pode ajudar no equilíbrio do centro da saciedade, aumentando o gasto energético, porem, nunca como único tratamento; aumente sua auto estima, anime-se pois você pode conseguir resultados maravilhosos com apenas alguns meses de tratamento.

Dr. Leonardo Higashi - médico da equipe de medicina ortomolecular e nutrologia da Clínica Higashi e Coordenador do programa de emagrecimento saudável da Clínica Higashi / Centro Médico Athenas em Londrina.

clique aqui o conheça o Spa athenas

 

 

 

 
 
 
     
 
 Sobre o Centro Médico Athenas
Localizado na região de hospitais e clínicas de Londrina e Rio de Janeiro, a Clínica Higashi é um centro médico privado de excelência na área de saúde, como antienvelhecimento, ortomolecular, obesidade, clínica da dor e neurologia.

Situado en la region de hospitales y clinicas de Londrina y Rio de Janeiro, la Clínica Higashi és un centro médico privado de excelencia en la salud, como antienvejecimiento, ortomolecular, la obesidad, la clínica del dolor y neurología.
 
 
 Tópicos Recentes
 
 Links Interessantes
 
 Faça Parte! Visite!
Comunidade no Centro Médico Athenas no Facebook
 
 
 
© 2009 Centro Médico Athenas - Todos os Direitos Reservados
Blog Centro Médico Athenas